De orgullo y de miedo (Andrés Calamaro)

A languidez de uma manhã sonolenta e envolvente, o amarelo alaranjado do sol refletido na água que corre suavemente rio abaixo. Palavra alguma, os dois deitados, em silêncio, na cama daquela cabana rústica de madeira no topo da montanha. Olhares, carícias, suspiros. A manhã perfeita após uma noite de amor à luz de velas. O... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑