Scott Walker: as assombrações de um homem do século 30 — Máquina de Escrever

Do ‘teen star’ americano dos anos 50 ao autor de discos que revelaram outras dimensões para a sua voz no final dos anos 60, dos Walker Brothers ao visionário que assinou discos tão cativantes como perturbantes nos últimos 35 anos, Scott Walker parte aos 76 anos e deixa a obra de alguém que procurou sempre olhar para além do seu tempo e do seu espaço.

Scott Walker: as assombrações de um homem do século 30 — Máquina de Escrever

Os comentários estão encerrados.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: